Uma “curta-encenação” sentida

Posted on Posted in Cultural, Teatro

A Companhia de Teatro “Os Estarolas”, grupo de teatro da Sociedade Musical e Desportiva de Caneças, reapareceu na tarde de domingo, 9 de Julho, com um curto monólogo, a cargo do próprio director artístico, Daniel Tapadas.

Daniel Tapadas (Foto: “Os Estarolas”)

Tratou-se, com efeito, da reposição da peça “Unidos em Família, um trabalho a solo de sua autoria.

O relato de uma tragédia familiar, um acontecimento funesto, com pouco mais que um quarto de hora de duração, apresentado anteriormente na cidade de Beja, e que agora teve duas funções distintas: por um lado, manter “acesa a chama” do teatro em Caneças e, por outro, fazer com que a equipa consiga conservar a sua actividade cénica e as rotinas do espectáculo em  estado de “alerta”.

No final da sessão, houve um tempo de diálogo com a plateia, focando a conversa não apenas no assunto lançado pela peça, mas também para apresentar a Companhia e o seu projecto teatral no seio da SMDC, e a agenda para os próximos tempos.


Ricardo Fonseca com Daniel Tapadas