Futebol & Futsal – Fim-de-semana em Revista #11

Posted on Posted in Futebol, Futebol - Resultados, Futsal Feminino

Passamos em revista as partidas que envolveram as equipas do Caneças, durante o último fim-de-semana.

Futsal Feminino

Seniores  |  1.ª Divisão Distrital

Dia #20/22   Caneças   3 – 3   Pregança

A precisar de, pelo menos, manter a posição classificativa, para assim evitar defrontar o líder nos quartos-de-final da competição, e com a possibilidade de se aproximar do seu oponente directo, a equipa do Caneças entrou decidida a discutir o resultado e a partida foi-se desenrolando com períodos de superioridade repartida, que acabou por resultar em equilíbrio absoluto e mantendo tudo como dantes, faltando apenas duas jornadas para o final desta fase da competição.

Futebol de 7

 Juniores “E2”/10 anos, Infantis | 2.ª Fase, 17.º Apuramento

Dia #6/14   Vialonga   2 – 1   Damaia Ginásio

Jogo marcado pelo equilíbrio e de difícil previsão no desfecho. Entrou melhor o Caneças, aproveitando para a inaugurar o marcador. Depois disso os de Vialonga criaram boas situações de golo, embora o 0-1 se mantivesse até ao intervalo. Na segunda metade do jogo, a equipa de Vialonga surpreendeu a equipa visitante e marcou dois golos sem resposta. O empate teria sido um resultado também justo, considerando o que ambas as equipas fizeram.

Juniores “D2”/12 anos, Infantis | 2.ª Fase, 6.º Apuramento

Dia #6/14   Caneças   6 – 1   Carenque

A Equipa de Infantis do Caneças recebeu e venceu sem margem para dúvidas a sua congénere de Carenque. Partida sem surpresas, com controlo total por parte dos nossos jovens. O resultado foi sendo construído com naturalidade. Três golos em cada metade coloriram o marcador, enquanto o visitante conseguiu o ponto de honra. Resultado justíssimo, premiando a equipa mais forte.

Futebol de 11

Juniores “B”, Iniciados|  Torneio Extraordinário da II Divisão Distrital – Série 3

Dia #3/9   Caneças   1 – 6   Loures

Partida com duas partes bem distintas. Ao intervalo, tudo a zero e ninguém, naquela altura, adivinharia o resultado final. Muito bem os de Caneças no início de jogo, conseguindo inclusivé criar algujmas situações junto da baliza adversária e justificando o nulo. Na segunda parte, a equipa o Loures fez o 0-1 poucos minutos depois de soar o apito par o reinício, empatando o Caneças logo em seguida. A partir daí, contudo, o jogo teve praticamente sentido único e o resultado foi-se avolumando, fruto da superioridade da equipa visitante.

Juniores “B”, Juvenis  |  Torneio Extraordinário da II Divisão Distrital – Série 5

Dia #3/9   EF Belém   2 – 8   Caneças

No Restelo, para disputar a quarta jornada do Torneio Extraordinário, os Juvenis do Caneças conseguiram e vitória por números expressivos, difíceis de prever para quem assistiu à primeira parte. De facto, até ao intervalo, o balanço era equilibrado, e o descanso chegou quando o marcador marcava 2 golos para cada lado. Na etapa complementar, os de Caneças surpreenderam, demonstrando excelente desenvoltura e frescura física, somando mais meia-dúzia sem resposta, penalizando o Belém talvez excessivamente, pela forma como os da casa não deixaram de se bater.

Juniores “A”  |  Torneio Extraordinário da II Divisão Distrital – Série 2

Dia #3/11   Caneças   3 – 3   Outurela

O comandante da série veio a Caneças tentar impor a titularidade, mas encontrou nos da casa uma equipa capaz de lhes fazer frente e, por isso,o jogo foi disputado taco-a-taco, talvez até, com maior predominância do Caneças. Apesar disso, foram os forasteiros a abrir a marcação, com um golo em contra-ataque. Ainda assim, os de Caneças não se deixaram perturbar, e deram, ainda antes do intervalo, a volta ao resultado. A toada de parada e resposta manteve-se no segundo tempo, mas alguns períodos de desconcentração dos anfitriões bastaram para a cambalhota no marcador. Reagiu o Caneças de novo, instalando-se no meio-terreno do adversário, entretanto reduzido a 10 unidades, e anulando a vantagem deste já perto do final. Apesar do “forcing”, não foi possível aos caseiros desfazer o empate, que acaba por ser justo.


Textos de Tiago Magalhães (Futebol) e Ricardo Fonseca (Futsal)
Edição e revisão: Ricardo Fonseca